Mundo Tech Tecnologia

Rússia perde controle de seu único telescópio espacial em órbita

De acordo com a agência espacial russa (Roscosmos), o país perdeu o controle de seu único radiotelescópio espacial, ainda que as tentativas de restabelecer a comunicação continuem. O telescópio Spektr-R foi lançado à órbita da Terra em 2011 para estudar buracos negros, estrelas de nêutrons e o campo magnético de nosso planeta.

A indústria espacial russa vem sofrendo nos últimos anos, lidando com perdas de espaçonaves e satélites, além de ter falhado no lançamento de um foguete Soyuz no ano passado, com os astronautas que iriam à Estação Espacial Internacional tendo de fazer um pouso de emergência.

Concepção artística do telescópio Spektr-R (Imagem: NPO Lavochkin)

Ainda segundo a Roscosmos, um observatório nos Estados Unidos conseguiu detectar sinais do telescópio, que parou de responder aos comandos russos na quinta-feira passada (10). Isso significa que, ainda que esteja sem comunicação, os sistemas de bordo do equipamento estão funcionando de maneira independente, permitindo a detecção de sinais por parte dos norte-americanos.

“Eu não posso ‘enterrar’ um satélite que com certeza está vivo”, declarou Yuri Kovalev, chefe do projeto RadioAstrom que controla o Spektr-R. Ao ser entrevistado pela imprensa russa, ele disse ainda que “é como pedir um comentário sobre uma pessoa doente quando os médicos ainda lutam por sua vida”.

O Spektr-R deveria funcionar apenas até 2014, mas as boas condições de seus instrumentos permitiram o prolongamento de sua vida útil, com este tendo sido um dos poucos projetos espaciais bem-sucedidos da Rússia (isto é, se desconsiderar as vitórias e recordes do programa espacial da antiga União Soviética, que estremeceram os Estados Unidos e alimentaram a Corrida Espacial no século passado).

A Rússia planeja lançar, neste ano, outro telescópio chamado Spektr-RG, cuja missão será montar um “mapa completo do Universo”, segundo a Roscosmos.

Fonte: Canaltech


Talvez você também goste