Mundo Tech

Seguidores de Trump criam campanha online para pagar muro entre EUA e México

A campanha de Donald Trump que o colocou no poder em 2016 era toda pautada em se criar um muro entre os Estados Unidos e México para combater a imigração ilegal para o país. Apesar de ter vencido o pleito, Trump ainda bate no problema financeiro de tirar a ideia do papel, afinal, quem estaria disposto a bancar um projeto tão controverso?

Por conta disso, um grupo de apoiadores do presidente dos EUA tomou à frente e criou uma campanha de financiamento coletivo no site GoFundMe. No total, os usuários apontam que é necessário, pelo menos, US$ 1 bilhão para finalizar o projeto. Até o momento, o site conta com US$ 3,2 milhões (~R$ 12,4 milhões).

No início do governo, a proposta de Trump é um investimento na casa de US$ 5 bilhões para a criação do muro, o qual seria vazado para que pessoas pudessem ver através dele. Depois de travar uma luta política, Trump desistiu do financiamento estatal e passou a buscar alternativas privadas para a sua proposta. Até o momento, ele ainda não encontrou quem o ajude na ideia.

Financiamento coletivo

Quem encabeça esta campanha é Brian Kolfage, um veterano da Guerra do Iraque que teve três partes do corpo amputadas em batalha. Em entrevista, ele mostra a frustração pela não execução das propostas de campanha do seu candidato e afirmou que “é hora de jogar com votantes”.

O curioso é que uma campanha de financiamento coletivo vai totalmente contra a proposta de Trump. Quando estava pleiteando o cargo como presidente, a sua promessa era de que faria o governo mexicano pagar pela construção.

Contudo, Kolfage faz outra conta. “Se cada pessoa que apoiou Trump em sua campanha doar US$ 80, já conseguimos o suficiente para fazer o muro”.

O veterano de guerra também aponta que acredita que o governo possa aceitar a doação, lembrando que, em 2012, um bilionário doou US$ 7,5 (~ R$ 29,2 milhões) para a criação de um monumento em Washington.

Novas negociações

O novo mote de Trump para o projeto são as negociações do Acordo Estados Unidos-México-Canadá (USMCA, na sigla em inglês). Trata-se de um novo acordo entre os três países que deve substituir o antigo NAFTA.

Apesar de o novo grupo nada ter negociado ainda questões imigratória, Trump acredita que esta seja a porta de entrada para convencer o governo vizinho de que há um problema sério na fronteira e, além disso, há uma responsabilidade latina em resolvê-lo.

“O México está pagando (indiretamente) pelo muro pelo USMCA, o substituto do NAFTA! Muito mais dinheiro entra nos EUA. Por conta dos tremendos perigos na fronteira, incluindo crimes em larga escala e entrada de drogas, o exército dos Estados Unidos vai construir o muro”, disse em post no Twitter.

Fonte: Canaltech


Talvez você também goste