Mundo Tech

Sono na escola? Ciência prova por que aulas deveriam começar mais tarde

Sono na escola? Ciência prova por que aulas deveriam começar mais tarde - 1

Após analisar o sono de adolescentes ao longo da pandemia, cientistas suíços sugerem que a escola deveria dar início às atividades pelo menos 75 minutos mais tarde. Suas descobertas foram relatadas em um estudo publicado na última quarta-feira (5) no JAMA Network Open.

O estudo conduzido pela Universidade de Zurique (Suíça) aponta que o público adolescente dormiu 75 minutos a mais durante o início da pandemia de covid-19, por conta da ascensão das aulas virtuais. Segundo o artigo, esse sono mais caprichado rendeu mais qualidade de vida, e o consumo de álcool e cafeína diminuiu nesse período.

Para chegar a essa conclusão, o grupo de cientistas realizou uma pesquisa online com mais de 3.600 estudantes do ensino médio da região de Zurique. No formulário, havia perguntas sobre os hábitos de sono e outras características comportamentais. Os resultados foram comparados com uma pesquisa realizada em 2017 com mais de 5.300 alunos.


Siga o Canaltech no Twitter e seja o primeiro a saber tudo o que acontece no mundo da tecnologia.

Sono na escola? Ciência prova por que aulas deveriam começar mais tarde - 2
Estudo analisa sono de adolescentes e aponta que escola deveria começar mais tarde (Imagem: seventyfourimages/envato)

Comparando os dois grupos, os cientistas notaram que os adolescentes que acordaram mais tarde por conta da pandemia tiveram melhorias em determinados aspectos da saúde e do comportamento. Por outro lado, esse grupo se mostrou mais solitário e triste, fatores que podem ser associados aos impactos negativos do isolamento.

“Nossas descobertas indicam o benefício de começar a escola mais tarde pela manhã, para que os jovens possam dormir mais. O fechamento das escolas permitiu que os alunos alinhassem melhor seus horários de sono”, defendem os pesquisadores.

Trending no Canaltech:

Fonte: Canaltech