Ciência & Tecnologia Tecnologia

Três astronautas voltam à Terra após período na Estação Espacial Internacional

Uma equipe de três astronautas, composta por um russo, um cazaque e outro dinamarquês, retornaram à Terra na sexta-feira (11), em viagem que partiu da Estação Espacial Internacional (ISS) e os levou ao centro do Cazaquistão, onde aterrissaram às 21h51 (horário de Brasília).

A aterrissagem, que pôde ser acompanhada ao vivo pelo site da Nasa, ocorreu sem complicações e os três integrantes da tripulação chegaram sãos à Terra, deixando seis astronautas a bordo da ISS, a quantidade mais comum.

O veterano russo Gennady Padalka, que aterrissou hoje, é a pessoa que mais tempo passou no espaço, com um total de 879 dias divididos em cinco missões, dois meses a mais que Sergei Krikalev, que ostentava o recorde anterior. Em sua última viagem, Padalka permaneceu na ISS durante seis meses.

Os outros dois astronautas que aterrissaram junto a Padalka, o dinamarquês Andreas Mogensen e o cazaque Aidyn Aimbetov (primeiros de seus países a irem ao espaço), ficaram apenas uma semana na ISS, à qual chegaram na sexta-feira passada em uma missão de curta duração.

Mogensen participou da missão como representante da Agência Espacial Europeia (ESA) e Aimbetov da KazCosmos.

O trajeto da nave Soyuz TMA-16M, de fabricação russa, que os levou outra vez para casa, durou três horas e meia desde que a saída da ISS.

Os seis astronautas que permanecem na ISS são os russos Sergei Volkov, Oleg Kononenko e Mikhail Kornienko, os americanos Scott Kelly e Kjell Lindgren, e o japonês Kimiya Yui.


Talvez você também goste