Mundo Tech Tecnologia

Twitter “traduz” suas regras para uma linguagem simples e clara

Twitter

Quem nunca desistiu de ler as políticas de uso de uma rede social pela linguagem robusta e complicada? Se você faz parte desse time, uma boa notícia: o Twitter anunciou que vai atualizar suas regras por uma linguagem simples e clara.

Além de “traduzir” as próprias políticas, o Twitter vai reorganizá-las em categorias de alto nível: segurança, privacidade e autenticidade. De acordo com o Twitter, as categorias permitirão que usuários encontrem informações mais rapidamente. Os usuários ainda encontrarão detalhes sobre outras políticas, como integridade de eleições, manipulação de plataforma e spam.

O Twitter admitiu que, ao longo dos anos, ao adicionar novas regras e atualizar as existentes, acabou tornando suas políticas confusas e difíceis de entender. “Nossas regras existem para ajudar a manter todos usando o Twitter em segurança e garantir que eles possam participar livremente da conversa pública”.


Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.

Twitter
Twitter está atualizando suas regras para que possam ser “fáceis de entender”

Durante a atualização, a rede social conseguiu reduzir suas políticas de aproximadamente 2.500 palavras para menos de 600. Agora, cada regra descreve o que não é permitido no Twitter em até 280 caracteres – o mesmo limite imposto aos tweets.

Esta não será a última atualização da rede social. O Twitter também informou que vai incluir exemplos e instruções de passo a passo em suas regras. Assim, usuários poderão ter um estímulo visual para aprender a denunciar tweets e perfis, por exemplo, além de entender como funciona a tomada de decisão do Twitter.

“Como parte de nosso esforço contínuo para obter mais transparência em todos os aspectos do Twitter, estamos trabalhando para garantir que cada regra tenha sua própria página de ajuda com informações mais detalhadas e recursos relevantes. Abuso e assédio, conduta odiosa, suicídio, autoflagelação e direitos autorais serão os próximos da nossa lista de atualização”, explicou a rede social.

Trending no Canaltech:

Fonte: Canaltech


Talvez você também goste