26°C 17°C

São Paulo, SP

22°C 15°C

Curitiba, PR

30°C 18°C

Belo Horizonte, MG

31°C 20°C

Rio de Janeiro, RJ

26°C 15°C

Porto Alegre, RS

29°C 23°C

Salvador, BA

Quinta-feira, 05 de Fevereiro de 2015 - 16h13

O que é pharming? Conheça mais um tipo de golpe online

Maria Clara Lima

 

O pharming é mais um golpe online usado para coletar informações valiosas de usuários, na tentativa de fraudar operações financeiras ou de usá-las  para roubar a identidade do internauta.

 

A palavra “pharming” surgiu do encontro das palavras farming - que em inglês significa cultivar, e phishing - espécie de golpe online que planta iscas à vítima, por meio de websites falsos (o que descreve bem como o golpe funciona).

 

Os pharmers, como são chamados os criminosos que praticam esse tipo de golpe, utilizam mensagens atraentes e sites falsos para atrair usuários da internet. A diferença entre essa modalidade e o phishing, é que os pharmers não precisam esperar que a vítima aceite a “isca” para invadir um computador, ou seja, não é necessário que ele clique em links ou baixe arquivos do site que não é verdadeiro.

 

É importante dizer, que os ataques são feitos a partir do redirecionamento das vítimas às páginas falsas, mesmo se elas digitarem o endereço correto.

 

LEIA MAIS

O que é roubo de identidade na internet?

Vírus em redes sociais? Saiba como se proteger dessas ameaças

O que você precisa saber sobre vírus no celular

 

Como eles fazem isso?

A técnica usada já é antiga. Ao entrar nesses sites maliciosos, o internauta é invadido ou infectado por um Cavalo de Tróia e, desse modo, tem o seu cache do DNS modificado. O cachê é uma espécie de histórico de páginas que já foram visitadas. O hacker altera a identificação desses sites, criando uma nova regra de fluxo do tráfego.


O que isso faz?

Leva a vítima para sites falsos que podem danificar a máquina ou abrir a porta para a entrada de cibercriminosos.

 

Histórico

Os primeiros ataques de pharming aconteceram em meados dos anos 2000, surpreendendo a todos pelo tamanho de suas consequências. Em um deles, os criminosos conseguiram modificar o endereço de sites de empresas renomadas em todo o mundo, direcionando os usuários para websites inimigos, criando um grande constrangimento entre as empresas e seus usuários.

 

Como evitá-lo

Para ficar livre do risco do pharming, a maneira mais efetiva é instalar uma combinação confiável de antimalware e antivírus. Dessa maneira, os programas de segurança online conseguem proteger o usuário de ataques e também do risco de terem suas informações roubadas. 

 

Outra dica bacana é ficar de olho no endereço do site, e em caso de transações bancárias, é preciso verificar se no campo de endereço aparece o ícone de um cadeado e o “https” antes do domínio. É assim que se indica que o website está protegido contra o phishing e o pharming, e principalmente de invasões. 

 

Quer saber mais sobre segurança na internet? A McAfee, maior empresa especialista em tecnologia de segurança do mundo, tem dicas e soluções que ajudam a proteger os consumidores e as empresas de todos os tamanhos contra os malwares e as ameaças on-line mais recentes. Para mais informações, acesse o site http://www.mcafee.com/br e fique atento às dicas de segurança na internet no Mundo Positivo.




publicidade:

publicidade:

publicidade: