Famosos

Juiz nega pedido para que pensão da viúva de Gugu seja depositada na conta do advogado dela

Reprodução Instagram

Nelson Willians, advogado representante de Rose Miram Di Matteo na batalha judicial pela herança de Gugu Liberato, teve pedido para que a pensão da sua cliente fosse depositada diretamente na sua conta-corrente, negado pela Justiça.

O juiz José Walter Cardoso, da 9ª Vara da Família e Sucessões de São Paulo, indeferiu o pedido, informou Lauro Jardim, em sua coluna no jornal O Globo. Com isso, a pensão de R$ 100 mil mensais, que a viúva do ex-apresentador do Canta Comigo, receberia, não será depositada até segunda ordem.

Ao Observatório dos Famosos, Nelson Willians, por meio do seu representante no Brasil, disse que a decisão do juiz José Walter Cardoso, se deve ao fato de que Rose não tem conta no país. Questionado sobre quais seriam os próximos passos, ele disse que a Justiça será informada de que a conta nos Estados Unidos pertence a Miriam.

“De acordo com o advogado Nelson Willians, à época do pedido da pensão e da decisão da Justiça, Rose Miriam não mantinha conta individual no Brasil. Para efeitos de comunicação, em comum acordo, foi indicada uma conta no país. Com a decisão judicial, de conceder a pensão, a Justiça já está sendo informada da conta a ser depositada, que é a de Rose Miriam nos Estados Unidos, sem prejuízo ou qualquer outro tipo de intercorrência legal”, diz a nota.

Semana retrasada, a 9ª Vara da Família e das Sucessões do Foro Central da Capital do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, determinou que Rose Miriam, viúva de Gugu, receba uma pensão de R$ 100 mil por mês. “Satisfaz, ao menos para este momento, a equação de possibilidades do alimentante (espólio) e necessidades da alimentada”, diz a parte da decisão.

Procurada pelo Observatório dos Famosos, a assessoria de imprensa de Gugu Liberato e sua família, informou que não comentará detalhes do processo.

 

Fonte: Observatório dos Famosos