Famosos

Yudi Tamashiro admite que odiava apelido no “Bom Dia e Cia”

Apresentador por muitos anos do matinal “Bom Dia e Cia”, ao lado de Priscila Alcântara, Yudi Tamashiro disse em entrevista que não gostava muito de um apelido que ganhou durante o período em que trabalhou no SBT, ele que recentemente revelou que teve uma discussão séria com Silvia Abravanel, filha de Silvio Santos, e diretora da atração.

Um dos quadros do programa, era quando os apresentadores interagiam com as crianças através de uma ligação telefônica, e premiavam elas com presentes, incluindo o videogame PlayStation. Foi exatamente o nome do console, que virou o apelido indesejado.

“No começo eu tinha raiva, eu ficava falando: “Eu sou mais do que o PlayStation”, revelou em entrevista ao podcast TalkCast, na quinta-feira (4).

Veja também: Yudi alfineta Priscila Alcântara, após ela parar de cantar música gospel

Com o passar do tempo, Yudi começou a ficar mais maduro, e ganhar dinheiro com games. Foi aí, que ele parou de implicar com o apelido. “O tempo foi passando, depois que eu comecei a ganhar dinheiro com esse apelido, passei a gostar. Na quela fase eu tinha 15 anos de idade, 16 anos de idade, o mercado de game não era forte. Tinha muito preconceito. Depois que isso começou a gerar lucro, comecei a fazer vários eventos, me chamavam, e eu comecei a encontrar uma saída para esse apelido”, contou.

Fonte: Observatório dos Famosos