TV, Filmes & Séries

Como pode? DC torna Coringa ainda mais perturbador

A DC Comics acabou de transformar o Coringa em um pesadelo sobre-humano perturbador. Batman/Superman #17 pegou alguns dos vilões mais populares do Batman e lhes deu novas e horríveis variações. Coringa não foi poupado desse tratamento. O Palhaço do Crime recebeu uma transformação grotesca.

O Coringa teve várias variações, algumas das quais são bastante macabras, incluindo sua aparência dos Novos 52 e ser uma cabeça em uma jarra em Batman: O Último Cavaleiro da Terra.

Este vilão é icônico como um dos membros mais conhecidos e amados do Batman em sua galeria de vilões. Ele nunca foi capaz de rir tanto quanto agora – literalmente. O Coringa está sorrindo mais do que nunca.

Batman/Superman #17 de Gene Luen Yang e Ivan Reis levanta a questão de como seriam os mundos se não tivessem Batman ou Superman neles. No mundo do Batman sem Superman, a falta do filho de Krypton faz uma grande diferença nos inimigos que o Cavaleiro das Trevas enfrenta.

Os destinos dos inimigos e entes queridos do Superman mudaram dramaticamente e os elementos do mundo do Batman estão se misturando de novas maneiras. O icônico Asilo Arkham caiu sob o olhar atento de Lex Luthor – também conhecido como Warden -, que decidiu fazer experiências com os presos: um dos quais é o Coringa.

Como pode? DC torna Coringa ainda mais perturbador - 1

Um Coringa ainda mais perturbador

O Coringa é seis vezes mais feliz, com seis bocas para sorrir. Depois de ser clonado por Luthor, o gêmeo do Coringa foi experimentado, como alguns outros presos, incluindo o Pinguim.

As novas melhorias de Coringa são nojentas para dizer o mínimo, mas elas realmente enfatizam a característica física que torna o vilão tão reconhecível.

Em vez de ter um sorriso assustador e uma fonte de risos, o Coringa pode literalmente estourar o estômago de tanto rir. Uma boca gigante foi adicionada em seu estômago, enquanto duas menores estão em seus ombros e outras duas estão em suas palmas. A boca normal do Coringa também foi dilatada.

Lex Luthor teve permissão para comandar o trabalho em um mundo que Batman claramente não tem controle.

Sem Superman para ficar obcecado e competir pela superioridade, Luthor assumiu mais um tipo de identidade do Dr. Hugo Strange. Ele é obcecado por coisas peculiares e está envolvido em experimentos bizarros – embora seu objetivo final não seja conhecido atualmente.

Deixado por sua própria conta sem Superman para afetá-lo, ele assumiu o papel de criar monstruosidades. Luthor tornou a galeria dos vilões do Cavaleiro das Trevas mais nojenta. O vilão icônico da DC Comics – o Coringa – não foi isento dos experimentos de Luthor, resultando em um pesadelo mais perigoso e mortal para o Batman enfrentar.

Batman/Superman #17 já está disponível nos Estados Unidos.

Fonte: Observatório do Cinema