TV, Filmes & Séries

Doutor Estranho 2: Atriz recria cena chocante em vídeo hilário

Alerta de spoilers

Durante sua aparição no talk show, The Tonight Show with Jimmy Fallon, Elizabeth Olsen, a Feiticeira Escarlate dos filmes da Marvel, revisitou uma cena memorável de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura (Doutor Estranho 2). Por meio de um vídeo compartilhado na página TikTok do programa, ela recriou a cena de forma hilária.

Em conversa com o apresentador, a atriz se divertiu abordando assuntos e curiosidades sobre o filme e também respondeu algumas perguntas relacionados ao filme e sobre o futuro de sua personagem.

Certo momento, eles resolveram brincar com uma das cenas mais chocantes e que gerou polêmica desde suas primeiras exibições até então. A cena dividiu a opinião do público.

Durante o vídeo, Fallon entra na sala onde Olsen está esperando, durante a conversa, Fallon nota que sua garganta dói e pede a Olsen uma pastilha mencionando sua boca seca, ao que a Olsen, encarnando Wanda Maximoff, pergunta “Que boca?”, o vídeo você pode conferir aqui.

Doutor Estranho 2: Atriz recria cena chocante em vídeo hilário - 2

Momento chocante é recriado

Assim como a terrível cena em que Wanda sela a boca do Raio Negro (Anson Mount) em Doutor Estranho 2, ela faz o mesmo com o apresentador, com a diferença de que ele teve um destino melhor do que o personagem.

No filme, o personagem é terrivelmente assassinado na tentativa de falar após ter sua boca selada por Wanda.

Perguntada sobre o retorno de sua personagem ao MCU, ela não sabe se eventualmente irá dar as caras novamente, mas espera que os fãs “pertubem” a Marvel para trazê-la de volta.

“Eles não me dizem nada sobre o meu destino, eu deveria voltar, mas, na verdade, eu não sei”, disse Olsen.

“Eu quero que os fãs sejam bem agressivos e aterrorizem a Marvel para trazê-la de volta”. A atriz retirou o comentário dizendo se tratar de uma brincadeira e ninguém precisa usar a força.

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura está disponível no Disney+.

Fonte: Observatório do Cinema