TV, Filmes & Séries

Mãe de Muda no remake de Pantanal, atriz fala do trabalho na novela: “Desafiador”

Foi pouco tempo em cena, mas em momentos que definem as trajetórias de alguns dos personagens essenciais ao enredo da novela Pantanal, clássico de Benedito Ruy Barbosa adaptado agora por Bruno Luperi. Mas foi o suficiente para Ester Dias marcar os espectadores como a mãe de Maria Rute (Bella Campos), a Muda.

O marido (Alexandre Moreno) da personagem morre diante dela e da filha pequena (na primeira fase, Valentina Almeida), assassinado por Gil (Enrique Diaz), revoltado pela morte do filho Chico (Túlio Starling). O fazendeiro era o dono legítimo das terras revendidas a Gil e outros agricultores, em Sarandi, no Paraná.

“Foi um trabalho que mexeu com minha memória afetiva. Lembro de sentar no sofá com minha avó e assistirmos juntas à primeira versão”, relata Ester Dias.

“Gravar a cena do assassinato foi muito desafiador. Mas, assim que eu conheci a Valentina, a primeira coisa que fiz foi tentar ganhar a confiança dela, porque eu sabia que não seria uma cena simples de gravar. Foi um trabalho que exigiu muita concentração e dedicação pelo impacto, que se desdobra na trama”, analisa a atriz.

Também ativista social, Ester Dias protagoniza o documentário The Way We Move, lançado recentemente no canal da Adidas Runners no YouTube.

“É um documentário sobre a minha vivência enquanto mulher preta e como isso me levou a criar o Anti-Racist Talks, um projeto de educação Antirracista que eu coordenei através do Conselho de Diversidade da Adidas Runners (DAC – Diversity Advisory Council), do qual faço parte, juntamente com membros da Adidas Runners de diversas partes do mundo. A ideia é trazer consciência do que é o racismo, como ele se dá nossa sociedade e como nega espaços e oportunidades para pessoas pretas e, através disso, gerar novos aliados e mais representatividade nos espaços de poder”, explica Ester.

Entre os projetos disponíveis em plataformas de streaming, Ester Dias também pode ser vista em Sob Pressão e Carcereiros, no Globoplay; Um Casal Inseparável, no Telecine Play; e em um episódio da série vencedora do Emmy de Melhor Comédia, Ninguem Tá Olhando, na Netflix.

Fonte: Observatório da Televisão