TV, Filmes & Séries

Temporada final de série traz lição sobre felicidade e saúde mental

Cuidado! Spoilers de BoJack Horseman.

Em cada uma de suas seis temporadas, BoJack Horseman, da Netflix, tocou em diversos temas complexos, como dependência química, doenças mentais e o lado tóxico da fama.

Com bom humor, a série da Netflix conseguiu aliviar sua abordagem de temas complicados, tratando da depressão de uma forma bem criativa, que não diminuiu a seriedade das questões, mas abordou de uma forma mais leve.

Em sua última temporada, BoJack Horseman deu uma lição para os espectadores, trazendo uma nova perspectiva sobre felicidade e saúde mental.

Temporada final de popular série da Netflix traz lição sobre felicidade e saúde mental - 1

A positividade de BoJack Horseman

Na última temporada, BoJack Horseman resolve o arco de Diane de uma forma bem especial.

Diane passa a série inteira lidando com a depressão. Ela tenta encontrar empregos diferentes, vê seu casamento com o Sr. Peanutbutter ruindo e tem extrema dificuldade em encontrar o seu lugar no mundo.

Porém, na temporada final de BoJack Horseman, Diane mostra como aprendeu com suas dificuldades. No episódio intitulado “Angela”, Diane conversa com o Sr. Peanutbutter e reflete sobre a vida, chegando à conclusão de que ela finalmente encontrou paz depois de tudo o que passou.

Depois de tentar encontrar seu lugar no mundo em coisas materiais e passageiras e fracassar, Diane aprendeu a conquistar o amor próprio.

Cada um tem uma jornada diferente na vida, mas a jornada de Diane lidando com depressão mostra como todos estamos sujeitos a grandes vitórias e grandes derrotas na vida. No fim, a personagem consegue se preparar para olhar para um futuro melhor, cheio de esperança.

Todas as temporadas de BoJack Horseman estão disponíveis na Netflix.

Fonte: Observatório do Cinema