TV, Filmes & Séries

Veja os filmes que serão removidos da Netflix em abril

Os fãs da Netflix devem ficar atentos. Mais de 60 títulos, entre filmes e séries, devem deixar o catálogo do serviço de streaming em abril.

Entre os títulos, estão os filmes de Velozes e Furiosos – portanto, aqueles que ainda querem se atualizar sobre a franquia, devem correr contra o tempo. Nesse caso, os longas disponíveis deixam a Netflix no dia 1º de abril.

Confira a seguir TODAS as remoções da Netflix em abril de 2021:

Veja os filmes que serão removidos da Netflix em abril - 1

1º de abril

A Antena
A Bruxa: Parte 1 – A Subversão
A Garota que conquistou o tempo
A História Oficial da Copa do Mundo FIFA (3 episódios)
A Lei da Noite
A Man Called God (24 episódios)
Amityville: O Despertar
Barão Vermelho: Por que a gente é assim?
Born to Be Free
Cain and Abel (20 episódios)
Cemitério maldito 2
Cemitério Maldito
Destinos Cruzados
Guerra dos mundos
Invasão do Mundo: Batalha de Los Angeles
Jeremy Scott: The People’s Designer
Jogo Sinistro
L Storm
La Valija de Benavidez
Maris – Cura Pela Ioga
Meu Melhor Amigo
Miss Simpatia 2: Armada e Poderosa
O Caso Marwan – Suicído ou Assassinato?
O Ditador
O Monstro da Água
Operation Odessa
Os Condenados 2
Peppa Pig (46 episódios)
Sequestro no Mar Vermelho
Sob o domínio do mal
The Negotiation
The Search for Life in Space
Um Senhor Estagiário
Una
Velozes e Furiosos
Velozes + Furiosos
Velozes e Furiosos 3 – Desafio em Tóquio
Velozes e Furiosos 4
Velozes & Furiosos 6
Velozes e Furiosos 7
Viagem 2 – A Ilha Misteriosa
Viagem ao Centro da Terra

2 de abril

Azhar
Horror Story

3 de abril

Um Negócio Brilhante

5 de abril

Olhar de Anjo
Por Trás da Cortina: Todrick Hall

6 de abril

A 4ª Companhia

12 de abril

A Noiva Possuída
Maldição Paranormal
Morte Demoníaca
Shrek para Sempre – O Capítulo Final
Shrek Terceiro

15 de abril

Eddie Murphy: Delírio
Final Girl
Hungerford
O Pequeno Singham 2
Planeta Hulk
The Darkest Dawn

16 de abril

Aventuras com os Kratts (26 episódios)
Golpe Duplo
Mônica Toy (6 episódios)
Ouro e Cobiça

Fonte: Observatório do Cinema