22°C 14°C

São Paulo, SP

22°C 13°C

Curitiba, PR

23°C 13°C

Belo Horizonte, MG

25°C 14°C

Rio de Janeiro, RJ

31°C 17°C

Porto Alegre, RS

27°C 22°C

Salvador, BA

Sexta-feira, 18 de Novembro de 2016 - 16h48

Termina na sexta o prazo para escolas aderirem a programas de tempo integral

Agência Brasil

 

Termina na sexta-feira (18) o prazo para as escolas confirmarem a participação em dois programas do Ministério da Educação voltados para a ampliação da jornada escolar, o Novo Mais Educação e o Ensino Médio Inovador. Em ambos programas, cabe às secretarias de Educação, estaduais ou municipais e do Distrito Federal, fazerem a adesão e a indicação das escolas que deverão participar. Na segunda etapa, as escolas confirmam a participação.

 

As escolas devem confirmar a participação pela internet, no site: http://pddeinterativo.mec.gov.br.

 

O Programa Novo Mais Educação, que foi reformulado este ano, visa à ampliação da jornada escolar de crianças e adolescentes, mediante a complementação da carga horária de cinco ou 15 horas semanais no turno e contraturno escolar – que deverá ser implementado por meio da realização de acompanhamento pedagógico em língua portuguesa e matemática e do desenvolvimento de atividades no campo das artes, cultura, esporte e lazer. O programa é voltado a escolas de ensino fundamental.

 

As escolas deverão atender prioritariamente aos estudantes que apresentem alfabetização incompleta ou letramento insuficiente, conforme resultados de avaliações próprias. As escolas recebem recursos para implementar o programa. Mais informações estão disponíveis no portal do MEC.

 

Já o Ensino Médio Inovador oferece apoio técnico e financeiro para a elaboração e o desenvolvimento de propostas curriculares inovadoras em escolas de ensino médio.

 

As ações propostas pelas escolas devem estar dentro dos seguintes campos: acompanhamento pedagógico em língua portuguesa e matemática; iniciação científica e pesquisa; mundo do trabalho; línguas estrangeiras; cultura corporal; artes; comunicação, uso de mídias e cultura digital; e protagonismo juvenil.

 

Essas ações devem ser incorporadas gradativamente ao currículo, ampliando o tempo na escola, na perspectiva da educação integral. O programa é oferecido a estudantes do ensino médio em duas modalidades: uma com o aumento da carga horária de quatro para cinco horas diárias; outra, de quatro para sete horas.

 

A edição atual do programa, de acordo com o MEC, está alinhada às diretrizes e metas do Plano Nacional de Educação (PNE) e à reforma do ensino médio proposta pela Medida Provisória 746/2016.

 

Segundo o MEC, para implementar a nova versão do programa serão investidos R$ 300 milhões. Pelas previsões, 7 mil escolas vão aderir ao Ensino Médio Inovador.

 

publicidade:

publicidade:

publicidade: