Diversão

Carro onde Tupac foi assassinado é colocado a venda por R$7 milhões de reais

O veículo onde o rapper Tupac foi alvo de tiros que o levaram à morte foi colocado à venda por nada menos que US$ 1,75 milhão, o equivalente a 7 milhões de reais. O jornal Metro do Reino Unido noticiou que o modelo da BMW 750 Li sofreu poucos reparos desde a noite do dia 7 de setembro de 1996, quando o músico foi baleado e que o veículo conta ainda com resíduos das marcas de balas do tiroteio que acabou por tirar a vida de Tupac.

O automóvel alvejado pertencia à gravadora Death Row Records, do rapper Suge Knight, que no momento estava dirigindo o veículo. Na época, os dois músicos estavam saindo da luta de boxe entre Mike Tyson e Bruce Seldon em Las Vegas e acabaram sendo alvo dos tiros que foram disparados de um um outro automóvel, um Cadillac. Tupac foi atingido por quatro balas e acabou falecendo em decorrência dos ferimentos seis dias depois, num hospital de Las Vegas.

O automóvel ficou um período em posse das autoridades dos Estados Unidos até ser colocado em leilão. O comprador que resolveu o colocar novamente à venda fez poucos reparos mantendo as marcas de bala. Quem adquirir o automóvel levará os documentos que comprovam seu pertencimento prévio à gravadora Death Row Records.

VEJA TAMBÉM: Gusttavo Lima bebe demais e revela que passa horas “chupando periquita” da esposa

A venda vem sendo administrada pela empresa Celebrity Cars, especializada na venda de carros de famosos. Os responsáveis pelo automóvel explicaram que essa é a primeira vez que o automóvel é exposto ao público desde 1996, destacando as poucas mudanças pelas quais o veículo passou desde então.

Confira algumas fotos e o vídeo de divulgação mostrando o veículo:

Carro onde Tupac foi assassinado é colocado a venda por R$7 milhões de reais - 1
Carro onde Tupac foi assassinado é colocado a venda por R$7 milhões de reais - 2

Fonte: Observatório de Música


Talvez você também goste