Cultura

Narrando as diferenças entre a educação de meninos e meninas, musical retoma temporada no Rio

Nem bem abriu as cortinas de sua temporada de estreia, ainda em 2020, o musical Gabriel só Quer ser Ele Mesmo precisou interromper até então bem sucedida trajetória artística para adotar as medidas de isolamento exigidas como meio de combate à pandemia do Coronavírus, que congelou o mercado cultural ao redor do mundo.

Escrito por Renata Mizrahi, que assina as canções inéditas ao lado de Marcelo Rezende (também responsável pela direção musical), o espetáculo retorna agora, mais de um ano após sua estreia, para temporada que se divide entre o digital e o presencial diretamente do palco do Teatro PetraGold, no Leblon, zona sul do Rio de Janeiro.

Com a direção dividida entre a autora e Priscila Vidca, Gabriel só Quer ser Ele Mesmo narra a história de um garoto de oito anos de idade, que passa a questionar as diferenças da educação dedicada às meninas e aos meninos.

Inspirado em questionamentos levantados pelo documentário norte americano The Mask you Live In, que retratava a normalização da violência entre meninos quando chamados de “mulherzinha”, Gabriel só Quer ser Ele Mesmo cumpre temporada no palco do Teatro PetraGold de 02 a 31 de outubro.

Com elenco formado por Aline Carrocino, Marcos França, Paulo Verlings, Nathália Colón, Udylê Procópio e Clara Santhana, o espetáculo cumpre sessões aos sábados e domingos, sempre às 16h. Os ingressos para quem decidir acompanhar a temporada virtual custam R$ 20,00, enquanto os ingressos para o público que for ao teatro custam de R$ 25,00 (meia) a R$ 50,00 (inteira).

No dia 12 de outubro, dia das crianças, o musical realizará uma sessão extra, também às 16h. Confira abaixo a ficha técnica completa de Gabriel só Quer ser Ele Mesmo:

Texto: Renata Mizrahi | Direção: Renata Mizrahi e Priscila Vidca | Assistente de direção: Lilian de Matos | Elenco: Aline Carrocino, Marcos França, Paulo Verlings, Nathália Colón, Udylê Procópio e Clara Santhana | Músicas: Renata Mizrahi e Marcelo Rezende | Direção musical: Marcelo Rezende | Direção de produção: Bruno Mariozz | Assistente de produção: Anderson Pereira | Cenário: Mina Quental | Iluminação: Ana Luzia Molinari | Figurino: Flávio Souza | Assessoria de Comunicação: Rachel Almeida (Racca Comunicação) | Design gráfico: Patrícia Clarkson | Fotografias: Dalton Valério | Produção: Palavra Z Produções Culturais | Idealização: Teatro de Nós

Fonte: Observatório do Teatro