Famosos

Oscar Maroni passa por cirurgia no domingo

O empresário Oscar Maroni está lutando contra um câncer na próstata. Aos 71 anos, o dono da famosa boate Bahamas Night Club, de São Paulo, deve ser operado neste domingo.
Oscar costuma causar polêmicas e a ira de políticos, cidadãos e entidades conservadores com suas declarações.

Desanimado com os rumos que o país está tomando, Oscar Maroni Filho afirma que não só o câncer, mas também outras doenças, que passou a sofrer, são efeitos do estresse e prejuízo que vem sofrendo nos últimos 15 anos. “São danos irreparáveis, perdi minha mulher (câncer), minha saúde, desenvolvi diabetes que chegou a 404 (índice de glicemia; o normal é cerca de 100). Também virei um hipertenso”, declara.

“Pergunto como cidadão, empresário e homem que tem um mínimo de dignidade: como devo proceder?”, em referência à interferência da prefeitura em seus negócios.
Durante as últimas décadas, Maroni ficou mais conhecido como um polemista e combatente daqueles que considera hipócritas.

Sua boate foi fechada um sem-número de vezes, especialmente a partir da gestão de Gilberto Kassab na prefeitura (2006-2008).
Pois foram esses que o levaram a ficar preso por cerca de um mês, em 2007, condenado a oito anos por “favorecimento à prostituição” dentro do Bahamas. Ficou um mês atrás das grades e obteve a soltura.

A operação que o colocou na prisão teve apoio do ex-prefeito Kassab, afirma ele.
Dez anos depois, acabou absolvido pelo STJ (Supremo Tribunal de Justiça), que concluiu (resumidamente) que a boate Bahamas é um empreendimento legal, e não importa que seja frequentada por prostitutas.
Ninguém negocia e faz sexo na boate (há um anexo para outra de suas empresas, um hotel).

Cerca de 20 anos atrás ele construiu outro hotel, o Oscar´s, com 223 quartos e próximo ao Bahamas. Porém, depois que ocorreu o acidente com o voo 3054 da TAM, matando 187 pessoas, o hotel virou alvo da mídia e das autoridades.

Fonte: Observatório dos Famosos