Diversão

Música de Jennifer Lopez é citada por perfil do Irã e web teme por terrorismo no Super Bowl

Reprodução

Na última semana, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, autorizou o lançamento de um míssil contra o Irã, matando assim o general e chefe de inteligência árabe Quassen Suleimani. Depois do atentado, a região dos Estados Unidos entrou na mira do governo do Irã, que prometeu se vingar “No lugar e na hora certa”, como afirmou um dos comandantes da nação.

Agora o maior evento esportivo dos EUA é quem poderia sofrer as consequências. Bem, pelo menos foi isso o que pensou muitos seguidores. É que o Super Bowl 2020, que será realizado no dia 2 de Fevereiro, em Miami, na Flórida foi citado de maneira indireta no imbróglio entre as duas nações.

Aumentando ainda mais o clima tenso, nesta terça-feira (dia 7), uma conta do Twitter vinculada ao Irã (@Iran) publicou um trecho da música “Waiting for Tonight”, de Jennifer Lopez, o que foi entendido por muitos internautas como uma possível ação iraniana contra o evento esportivo, que costuma atrair a audiência de milhões de pessoas.

Vale lembar que neste ano o evento contará com as estrelas latinas Shakira e J-LO como as artistas que se apresentarão no intervalo do evento.

VEJA TAMBÉM: Gusttavo Lima bebe demais e revela que passa horas “chupando periquita” da esposa

Mesmo a conta sendo administrada por um projeto árabe não governamental (The Iran Project), a bem-humorada mensagem acabou assustando muitos internautas já que o perfil, que é seguido por mais de cem mil usuários, é considerado um veículo jornalístico sério chegando a ser fonte de informações árabes a muitos jornalistas especializados.

Confira a mensagem publicada pelo perfil iraniano e algumas reações dos internautas abaixo:

O polêmico tuíte vem acompanhado ainda da hashtag #SvereRevenge que em tradução literal significa “severa vingança”. Por enquanto nenhuma das artistas ou a liga esportiva responsável pelo Super Bowl (NFL) se pronunciaram sobre a brincadeira que vem sendo considerada de muito mau gosto por alguns internautas.

 

Fonte: Observatório de Música