TV, Filmes & Séries

Polêmico filme da Netflix pode concorrer ao Oscar

A França decidiu quais filmes enviará para a consideração para o prêmio de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar e Lindinhas está na lista. O filme, distribuído pela Netflix internacionalmente, foi acusado de promover a sexualização infantil.

A polêmica começou em setembro, quando a Netflix começou o marketing do filme, o que fez muitas pessoas reclamarem nas redes, a tal ponto que a companhia de streaming emitiu uma declaração se desculpando pela forma como o pôster retratou erroneamente a natureza do filme.

Antes de toda essa polêmica, Lindinhas foi bem recebido no Festival de Sundance pelos espectadores, incluindo Tessa Thompson, a Valquíria de Thor: Ragnarok.

O filme ainda conseguiu a aprovação de 87% no Rotten Tomatoes.

Anteriormente, a diretora Maïmouna Doucouré declarou que a obra busca justamente expor essa sexualização infantil da nossa sociedade como crítica, não glorificando esse fato.

Vale ressaltar que, somente por ter sido selecionado pela França como um dos representantes no Oscar, não quer dizer que Lindinhas efetivamente será indicado ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro.

Polêmico filme da Netflix pode concorrer ao Oscar - 1

Netflix respondeu as acusações

A Netflix respondeu as acusações, dizendo que o filme tece críticas à sexualização de crianças.

“É um filme ganhador de prêmios e uma poderosa história sobre as pressões que jovem garotas enfrentam nas mídias sociais e da sociedade em geral, enquanto crescem – encorajamos todos que se importam com essas questões a assistirem o filme”, disse um representante da Netflix.

Em um vídeo explicando por que ela fez o filme, a diretora Maïmouna Doucouré disse considerar a obra “um filme profundamente feminista, com mensagem ativista”, que é um “espelho da sociedade atual, um espelho que algumas vezes é difícil de se olhar”.

“Nossas garotas veem que quanto mais uma mulher é sexualizada nas redes sociais, mais bem-sucedida ela é. E as crianças imitam o que elas veem, tentando alcançar o mesmo resultado, sem entender o significado. E sim, isso é perigoso”, continuou a diretora e roteirista de Lindinhas.

Lindinhas já está disponível na Netflix.

Fonte: Observatório do Cinema