TV, Filmes & Séries

Real motivo para cancelamento de Lucifer é revelado

Os fãs celebram e aproveitam a sexta temporada de Lucifer na Netflix. Porém, com um gostinho de despedida, uma vez que o seriado terminou.

Como anunciado ainda antes da quinta temporada, a série com Tom Ellis tinha o fim definido. Como uma das maiores audiências da plataforma, os fãs devem se perguntar o motivo desse cancelamento.

Acontece que alguns motivos entram em jogo. Em primeiro lugar, a decisão de terminar na sexta temporada parece ter sido conjunta entre a Netflix e os chefes de Lucifer, Joe Henderson e Ildy Modrovich.

Em entrevista para o ET, Modrovich comentou como a proposta para sexta temporada deu a chance de um final melhor. Antes, Lucifer estava com os dias contados para o quinto ano.

“Quando tivemos o acordo da sexta temporada, nós organizamos nossos cérebros e fizemos muita pesquisa. Porque não queríamos reduzir as coisas, sabe? Sentimos essa responsabilidade. E sentimos que tínhamos o final perfeito e épico. E quando eu, Joe e os roteiristas conversamos, vimos que tínhamos outro ótimo capítulo para contar. Ficou tão claro. Foi como, “Duh!”. Foi como cair do céu. Nossos fãs vão ficar felizes com a sexta temporada. Essa história precisa ser contada para jornada de Lucifer ser concluída”, explicou a showrunner.

Além disso, há outro ponto importante para o fim da série. Isso passa pelo protagonista Tom Ellis.

Real motivo para cancelamento de Lucifer é revelado - 1

Decisão do astro

Em entrevistas, Tom Ellis afirma que, por enquanto, não volta mais ao papel de Lucifer. Rumores dão conta de que a sexta temporada quase não aconteceu por falta de acordo com o ator.

Depois de longas negociações, o ator de Lucifer aceitou a proposta. Com isso, o fim da série da Netflix também pode passar por um desejo do elenco de seguir com novos projetos.

Na quinta temporada, Lucifer apresentou um novo desafio. Como mostrado pela Netflix, Michael (ou Miguel), arcanjo irmão gêmeo do protagonista, chega para tentar assumir o lugar dele.

Isso para os fãs significa ter Tom Ellis em dobro. O protagonista também fica com o papel do vilão Michael.

A série usou o figurino dos personagens e o sotaque para diferenciá-los, o que acaba sendo divertido para os fãs.

Agora, no sexto, as consequências do destino de Lucifer são reveladas.

“Entediado com a vida nas trevas, o diabo se muda para Los Angeles, abre um piano-bar e empresta sua sabedoria a uma investigadora de assassinatos”, diz a sinopse da Netflix.

Lucifer tem todas temporadas na Netflix.

Fonte: Observatório do Cinema